AVISO IMPORTANTE:

* Nossa casa fica em Porto Alegre (RS). Para maiores informações, contate-nos via e-mail.




segunda-feira, 21 de março de 2011

Caboclos de Ogum

OGUM


Ogum Beira-Mar
Se quisermos alguma transformação em nossa vida seja ela externa, no campo material, ou interno no campo moral e espiritual temos que ter vontade, fé e força para a luta inicial. É a vibração de Ogum se encarregará de nos deixar mais fortes, colocando em nossos caminhos obstáculos para que possamos superá-los e nos tornar cada vez melhores.
Ogum possui os atributos: vontade de lutar, de avançar e de progredir, independentemente da situação que estamos vivendo. É o primeiro passo para a ação em qualquer demanda ou projeto.
A vibração de Ogum é daquele que avança sem medo do desconhecido. É, também, daquele que abre os caminhos para que os demais possam trilhá-los, sem preocupações ou receios.

Ogum é o general da Umbanda, grande Orixá da Lei e da Ordem, e, amparado pela Lei nada o detém, pois sua determinação é como ferro. É a força mantenedora da ordem, da justiça, da vida. Senhor dos caminhos e das demandas.
Ogum é o ferro e o fogo. Se necessário for utilizará sua energia destrutiva, eliminando, transformando. É o Fogo Purificador. É o sangue nas veias, o calor, a iniciativa, a força de vontade, a manutenção da vida.

Seu ponto de força está na rua, na estrada e caminhos, estradas de ferro e, principalmente, nas encruzilhadas. É Ogum quem decide quem passa e quem não passa; quem vai para o norte ou quem vai para o leste e assim por diante. Assim podemos associar Ogum à solução dos problemas, nossa evolução, nossas demandas, nossas necessidades espirituais e de liderança. Ogum está no começo, no meio e no fim.
Ogum é quem está em ronda, vigiando nossas ações, palavras e pensamentos.

Sincretizado com o santo católico São Jorge, seu dia é 23 de abril, representa a luta permanente com as nossas imperfeições (dragão). São as nossas emoções, atitudes e pensamentos inferiores que precisamos controlar, burilar e transformar.  Atua no plexo solar.
 Seu símbolo é a espada, instrumento de corte utilizado para abrir as trilhas. Cortamos e eliminamos aquilo que não queremos. Sua flor o cravo vermelho.
Ogum está em todos os reinos originando vários entrecruzamentos, tais como:
Ogum Beira Mar: atua sob a energia da areia do mar- Reino de Yemanjá.
Ogum Sete Ondas: atua sob a energia das ondas- Reino de Yemanjá e Oxalá. Trabalha na ronda da Calunga Grande (mar e oceano).
Ogum Rompe-Mato: atua sob a energia das matas – Reino de Oxossi.
Ogum das Pedreiras: atua sob a energia das pedreiras – Reino de Xangô.
Ogum Megê: atua sob a energia da Calunga pequena (cemitério) na calçada que o cerca e diretamente com as almas – Reino de Omulu.
Ogum Naruê: atua sob a energia da Calunga pequena (cemitério) trabalhando basicamente no desmanche de magias negras, exercendo domínio sobre as almas quimbandeiras – Reino de Omulu.
Ogum Matinata: atua sob a energia dos campos abertos e colinas – Reino de Oxalá. Não há muitos médiuns que conseguem tê-lo como Orixá de trabalho, pois são bastante raros e difíceis de incorporar.
Ogum Iara: atua sob a energia dos rios, lagos e cachoeiras – Reino de Oxum.
Ogum Delê (ou De Lei): traz consigo a vibração pura de Ogum e trabalha em todos os pontos de força. É a própria lei regendo reajustes cármicos.  

Fonte: Umbanda Pé no Chão / Ramatis pelo médium Norberto Peixoto

Nenhum comentário:

Postar um comentário