AVISO IMPORTANTE:

* Nossa casa fica em Porto Alegre (RS). Para maiores informações, contate-nos via e-mail.




sexta-feira, 24 de março de 2017

Pelo amor ou pela dor




Por Cândida Camini

Quem já não ouviu esta frase, indicando o motivo pelo qual uma pessoa procura a religião?
Poucos são aqueles que buscam um templo, uma igreja, um terreiro, movidos pela fé.
A grande maioria, procura na religião a solução de seus problemas.
E quando  este que você considera um problema faz parte do seu aprendizado, daquilo a que você se propôs passar para evoluir?
Você se afasta, busca outro Terreiro mais ‘forte’?
Ou você procura entender melhor como isto acontece?
Entenda, de uma vez por todas, que Umbanda não faz milagres!
A Lei é soberana: “Quem deve, paga. Quem merece, recebe.”

sábado, 11 de março de 2017

Odoyá!



Ritual de Mar CPJC 2015

Por Cândida Camini

De repente, um sono incontrolável.

Uma sensação de alheamento, como que flutuando.

Deitei e, assim que fechei os olhos, me senti na praia.

As ondas, ao chegar à beira da praia, erguiam-se muito altas e avançavam sobre a areia, vindo desaguar quase no calçadão.

Depois, recuavam, como que lavando e recolhendo toda e qualquer coisa ou energia que não devesse ali permanecer.

Esse movimento repetiu-se por diversas vezes.

Ao erguerem-se, as ondas tinham um aspecto muito límpido, quase transparente.

Ao recuar, a aparência mudava para um tom escuro e turvo.

Percebi que estavam limpando o local onde mais tarde faremos nosso Ritual.

A última onde que pude perceber, ao recuar, deixou na areia um tanto de suas águas, como um espelho, onde muitas flores brancas flutuavam.

Percebi a presença do nosso Comandante, Ogum Beira Mar, coordenando seu exército.

Pensei  logo nos Exus do Mar, mas o que ‘vi’ foi um exército de Tritões cercando o local e muitas, muitas sereias na água, próximo à praia.

Antes de ‘acordar’, vi um portal se abrindo no mar.

Não consegui enxergar mais nada, mas tive a certeza que é de lá que virão as energias que irão nos receber hoje à noite.


Odoyá, Iemanjá!

Salve Ogum Beira Mar e todo o povo do mar!