AVISO IMPORTANTE:

* Nossa casa fica em Porto Alegre (RS). Para maiores informações, contate-nos via e-mail.




quarta-feira, 13 de março de 2013

Atendimentos para a Saúde


Dois dias por mês, mais especificamente, segunda e quarta-feira da segunda semana de cada mês, trabalhamos com a Linha do Oriente, para atendimentos de saúde.

São espíritos, não somente de orientais, mas qualquer espírito que atue nesta área, que propiciam às pessoas a melhoria de seus estados físicos, emocionais, mentais e também, espirituais.

Na Umbanda, existem outras linhas de trabalho que também atuam na saúde, como os Pretos Velhos e o Povo da Mata.

O bom resultado destes atendimentos depende de vários fatores, entre eles:


  • Não descartar, em hipótese alguma, a consulta e o tratamento com os médicos da Terra, achando que só o atendimento espiritual é suficiente, principalmente quando há orientação específica para tal.
  • Não deixar de tomar os remédios recomendados pelos médicos da Terra, pelos mesmos motivos.
  • Prestar muita atenção às recomendações recebidas durante e após a consulta, seguindo as orientações à risca. Ficar atento principalmente quando é comentado sobre a origem do problema e de que forma você pode auxiliar a resolvê-lo.
  • A fé e a determinação em seguir com o tratamento espiritual são fundamentais para que sejam atingidos os resultados almejados. Temos que ter em mente que as doenças têm sua origem em nosso corpo espiritual e, assim como demoram em se manifestar no corpo físico, o contrário também acontece. Mudança de hábitos e sentimentos também vai refletir na melhora do problema físico, mas leva algum tempo.

Nosso corpo reage de acordo com o que acontece a nossa volta.
De modo geral, se existem situações que demoramos a perceber como nos incomodam e não damos solução, nosso corpo nos dá sinais. Por exemplo:

·         Dores crônicas no pescoço?
Quem o ou o quê está pesando sobre ele.
·         Dores crônicas nas costas?
Quem ou o quê você está carregando
·         Sua vista está falhando?
O que você não está querendo ver?
·         Laringite crônica?
O que você não quer dizer? Ou, o que você disse e gostaria de não ter dito?
·         Audição começando a ter problemas?
O que está tentando não ouvir?
·         Problemas respiratórios crônicos?
O que você está reprimindo e precisa por pra fora do peito?
·         Tonteiras?
Quem está tirando o seu equilíbrio?

A lista é infinita, estes são apenas exemplos mais freqüentes de desconfortos com os quais nos ‘acostumamos’, pois parece mais simples conviver com as dores do que tentar resolver os problemas que as causam.

Muitos, quando chegam para um atendimento espiritual, reclamando de muitas dores, não têm um diagnóstico médico e vem em busca de uma solução rápida e barata (um ‘milagre’, na verdade). E, quando recebem a orientação de que não existe mal físico, custam a aceitar, pois as dores são reais. Nestes casos, o problema pode ter origem espiritual (acompanhamento por algum espírito acometido destas dores; demanda; vidas passadas), e/ou emocional (exemplos acima).

O principal é estar atento aos sinais que nosso corpo físico nos manda, tanto quanto ele, o corpo físico, está atento e reage com doença, aos sinais que enviamos a ele. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário