AVISO IMPORTANTE:

* Nossa casa fica em Porto Alegre (RS). Para maiores informações, contate-nos via e-mail.




segunda-feira, 11 de abril de 2011

Linha do Oriente na Umbanda

A Linha do Oriente é com­posta por inúmeras entidades, majorita­riamente de origem oriental.
Apesar dis­­so, muitos espíritos desta Linha po­dem apre­sentar-se como caboclos ou pretos velhos.
Nem todos os espíritos são ori­entais no sentido comum da palavra.
Temos espíritos de médicos de diversas nacionalidades que trabalham nesta linha, por afinidade.

A Linha do Oriente ficou muito popular de 1950 a 1960, quando as tradições bu­­­distas e hindus se firmaram entre o povo brasileiro. Os imigrantes chineses e japoneses, sobretudo, passaram a fre­­qüentar a Umbanda e trouxeram se­us ances­trais e costumes mágicos.

Mestre St. Germain, líder da Linha do Oriente em nossa casa
São Guias maravilhosos, que nos incitam pelo caminho da Luz Divina, trabalham lindamente com cura de males físicos e espirituais, são extremamente humildes e nada exigentes com relação a ferramentas de trabalho.  Atuam muito dentro do psicológico e emocional tanto de seu médium como de seus consulentes.

Todo e qualquer tratamento espiritural para a saúde tem seus resultados diretamente ligados ao merecimento de cada um e principalmente a sua fé. E também não dispensa o auxílio dos médicos da Terra, pois trabalham em conjunto, sempre que necessário.

 As doenças tem sua origem no espírito e é no espírito que os Mestres da Linha do Oriente atuam.
Pode levar algum tempo até que os reflexos do tratamento apareçam no corpo físico, por isto é importante ter fé e cumprir à risca as orientações recebidas.
Algumas pessoas comparecem a uma Sessão do Oriente em busca de milagres e, não percebendo resultados imediatos, não fazem a sua parte, não retornam e passam a desacreditar.

Muitas vezes os espíritos não têm permissão para curar, pois a doença é cármica, a pessoa pediu e precisa passar por esta prova para aprender e evoluir nesta encarnação.
Porém, eles têm permissão para auxiliar esta pessoa a passar por esta prova com menos dores, menos aflições e mais coragem.

Quando a saúde está debilitada devido a uma demanda é mais fácil resolver o problema, porém quem vai atuar neste caso, eliminando a origem, é o Povo da Rua. O Povo do Oriente vai trabalhar nas consequências, ou seja, qualquer resquício que tenha ficado no físico em decorrência do que foi demandado.

Faça a sua parte: cultive bons pensamentos, ajude o seu próximo e perdoe seus inimigos.





Um comentário:

  1. sou do vale do amanhecer onde trabalhamos com a corrente oriental: caboclos, pretos velhos, medicos, cavaleiros de oxossi...todos esses mentores maravilhosos que sempre passam essa mensagem sempre com o objetivo de fazer-nos mais conscientes e amorosos em nossa caminhada.
    Foi incrivel ver a definição objetiva do que é essa corrente e ainda mais saber que o querido mestre Saint Germain é um líder dessa linha, vc nao sabe a alegria que me deu...
    mt obrigada!

    ResponderExcluir