AVISO IMPORTANTE:

* Nossa casa fica em Porto Alegre (RS). Para maiores informações, contate-nos via e-mail.




terça-feira, 27 de agosto de 2013

Atuação dos Espíritos junto aos Evangélicos

Depois de algum tempo afastada (e algumas cobranças de leitores assíduos rsrsrsrs), estou de volta ao Blog.
Tenho publicado muitos textos no grupo Casa Pai Joaquim de Cambinda do Facebook (https://www.facebook.com/groups/465703210154506/) , alguns comentários sobre livros que li ou estou querendo ler, e pensei que o tempo que dedico lá, posso voltar a dedicar aqui, não é mesmo? 
E vou começar falando de livros com teor espiritualista, não necessariamente Umbandista, já que a Umbanda que praticamos em nossa Casa usa o Evangelho Segundo o Espiritismo como guia e não tem preconceito algum com qualquer religião, nem mesmo a Evangélica, tão criticada por aí.
Já ouvi muito Pai Joaquim contar sobre sua atuação em Igrejas Evangélicas, quando solicitado.

Pois eis que o último livro que li, na verdade devorei, porque foram 277 páginas em menos de 48 horas (para isso servem os finais de semana chuvosos), nos conta como os espíritos atuam nestas Igrejas, nos cultos, junto a pastores e fiéis. Trata-se do livro "Encontro com a Vida", de Robson Pinheiro, pelo espírito Ângelo Inácio. Sim, o mesmo Robson, tão criticado, eu diria até execrado pelos espíritas e umbandistas quando do lançamento de seu primeiro livro, Tambores de Angola.
Alguns afirmam que Umbanda se aprende no Terreiro e não nos livros.
Concordo, mas atualmente as coisas estão acontecendo em tamanha velocidade, que nem nós, que estamos com as entidades quatro vezes por semana conseguimos obter deles todos os ensinamentos disponíveis e necessário. Imaginem então os frequentadores.
O estudo é válido sim, porém com filtro e sempre questionando e levando as dúvidas para serem esclarecidas pelos nossos guias.
Agora, falando sobre alguns temas abordados pelo livro:
  • Assédio espiritual aos usuários de drogas: relata o quanto os espíritos amparadores são limitados no auxílio quando o usuário já está bastante comprometido e, mesmo com as limitações advindas do livre arbítrio, encontram uma maneira de ajudar
  • Transmutação de vales de sombra em colônias de socorro: descreve a tecnologia avançada que os espíritos utilizam para isso.
  • Explicação de como é o 'céu' dos evangélicos, ou seja, para onde vão os espíritos dos seres de crença evangélica quando desencarnam e o que acontece lá.
  • Reencarnação: como é feito o planejamento reencarnatório de um espírito que irá renascer de uma mãe portadora do HIV, as técnicas utilizadas para que o bebê não nasça com o vírus, já que a doença não faz parte do seu resgate.
  • Bebês prematuros: uma situação que aparentemente parece ser um grande problema, na verdade é uma maneira do mundo espiritual acelerar o processo de nascimento para que não se perca a oportunidade de um bebê reencarnar dentro do seu planejamento de volta à carne.
  • O poder da prece: principalmente quando se trata da prece de uma mãe, intercedendo por uma filha completamente perdida no mundo das drogas. O livro relata como a oração se transforma em energia e alcança as esferas superiores, mobilizando espíritos abnegados e prontos ao auxílio.
É considerado um romance espírita, porém recheado de ensinamentos, cujo enredo é utilizado apenas para deixar o livro mais leve, menos didático e mais atrativo, principalmente para os que não gostam muito de ler e/ou estudar (que não é o meu caso, claro).

Boa leitura para quem quer entender um pouco mais sobre como as coisas funcionam realmente do lado de lá. Este entendimento, nos ajuda a compreender e respeitar os diferentes, ao invés de julgar e condenar.


2 comentários:

  1. Que ótimo!!! Muito bom esses ensinamentos, precisamos beber em fonte segura tem muita baboseira na net. Amo esse blog a alguns anos já. A todos paz e bem...

    ResponderExcluir
  2. Oi, Natally!!! Obrigada, querida, espero continuar correspondendo. Se quiser colaborar com o Blog, fique à vontade para escrever a tua história com a Casa Pai Joaquim de Cambinda. Os depoimentos não precisam ser necessariamente só dos que aqui trabalham ok? Beijos querida!

    ResponderExcluir