AVISO IMPORTANTE:

* Nossa casa fica em Porto Alegre (RS). Para maiores informações, contate-nos via e-mail.




sexta-feira, 10 de junho de 2011

Conselho de Preta Velha

Posto a seguir, parte de um texto de autor desconhecido (pelo menos para mim), chamado "Os Bastidores da Umbanda", que demonstra toda a sabedoria dos Pretos Velhos:

" Vovó Maria Redonda, espírito portador de grande sabedoria e humildade, apresentando-se no terreiro com o corpo astral de negra velha de pequena estatura, com roupas simples e alvas, cuja saia comprida e larga era coberta por um avental onde um bolso era recheado de ervas e patuás, tinha uma maneira simplista e diplomática de fazer com que os filhos entendessem que eles próprios eram seus médicos curadores:

- Minha mãe, acho que estou sendo vítima de "trabalho feito" pela minha ex mulher...

Sorrindo e com linguagem peculiar, segurava com firmeza as mãos do moço passando-lhe com isso confiança e com a voz recheada de afeto respondia:

Negra velha vai explicar para que o filho entenda:


- Quando sua casa está totalmente fechada, fica escura e nada pode entrar, às vezes nem a poeira. Não é isso?
Quando o filho abre as janelas e portas, a luz do sol entra invadindo todos os cantos, mas podem entrar também as moscas, baratas, formigas e até os ladrões, não é?
Para a sujeira e os bichos, o filho pode usar a vassoura, para os ladrões a lei, a segurança.
E para a luz do sol?

Ah, essa filho, fica ali iluminando até que o filho feche toda a casa outra vez.
Assim também é a nossa casa interna; quando nos fechamos para a vida, para o trabalho, ficamos no escuro e ao nos abrirmos, deixamos a luz entrar, mas ficamos sujeitos a todas as outras energias que estão ao nosso redor.
Mas como acontece na casa material, onde não houver os atrativos da sujeira e do lixo, os insetos não se aproximam.
Se estivermos equilibrados, sem raiva, mágoa, ciúmes, vícios e todos esses lixos que os filhos buscam na matéria, nada nem ninguém consegue afetar nossa energia, nossa vida. Só o sol permanece no coração de quem procura manter-se limpo.

Negra velha sabe que esse mundão está de cabeça para baixo.

No lado material os filhos andam desarvorados pela dificuldade de sustento de suas famílias, quando não, em busca de supérfluos.
Mas mesmo assim, é preciso lembrar aos filhos, que embora estejam na matéria e sujeitos a ela, a vida real está no espírito imortal.

É preciso dar mais atenção, senão prioridade, à essência em detrimento do restante, para que possa haver o equilíbrio dos elementos inerentes à vida, na sua totalidade.

O mal que é enviado aos filhos, só vai instalar-se se encontrar no endereço vibratório, ambiente adequado.

Sem contar que o medo é porta aberta - e atrativo - para a entrada do desequilíbrio.
O medo é sentimento muito usado pelas energias do astral inferior, uma vez que fragiliza o corpo emocional facilitando sua atuação mórbida.

Por outro lado, negra velha pergunta para o filho:
- Se a desordem não houvesse se instalado, por acaso o filho estaria aqui, sentado no chão, em frente à preta velha, buscando humildemente ajuda espiritual? Nem sempre o que nos parece mal, é tão prejudicial assim. Pode ser o remédio adequado para o momento, ou talvez a estremecida necessária no corpo astral dos filhos, para que a ordem possa reinstalar-se.

As trevas, meu filho, estão vinte e quatro horas de plantão. E os filhos, acaso estão?

Não adianta orar e não vigiar, pois o pensamento é energia e com ele nos adequamos ao campo energético que quisermos. "

Salve todos os Pretos e Pretas Velhas que, humildemente, trazem o consolo e o entendimento a todos os filhos e filhas que buscam na sua sabedoria um norte para sua vida.


Um comentário: